Sobre

Imagem do Fundo

O Projeto Anjos do Futsal, idealizado pela Anjo Tintas, foi implementado em abril de 2001. Atualmente conta com 1.120 garotos envolvidos participando em 25 núcleos em 20 municípios que são: Criciúma, Forquilhinha, Balneário Arroio do Silva, Balneário Gaivota, Balneário Rincão, Cocal do Sul, Ermo, Içara, Jacinto Machado, Lauro Müller, Meleiro, Morro da Fumaça, Orleans, Praia Grande, Santa Rosa do Sul, São João do Sul, Sombrio, Treviso, Turvo e Urussanga.

Objetivos

Afastar crianças e adolescentes da violência e das drogas, ensinar as técnicas do futebol de salão, incentivar a prática desse esporte e colaborar na formação dos cidadãos.

Linha do Tempo

A ideia desse projeto surgiu quando, nos anos de 1999 e 2000, as gangues de rua transformavam Criciúma em uma cidade violenta e perigosa. Unindo-se a isso, o futebol de salão estava morrendo em Criciúma. Assim, a empresa em parceria com a Fundação Municipal de Esportes (FME) de Criciúma implantou o Projeto Anjos do Futsal.

O Projeto Anjos do Futsal foi implementado primeiramente em duas escolas públicas municipais envolvendo 60 adolescentes. A Escola Básica Dionízio Milioli (bairro Ana Maria) e a Escola Básica Adolfo Back (bairro Jardim União) tiveram suas quadras reformadas pela Anjo Tintas e os 60 participantes do projeto ganharam os uniformes e todo o material esportivo para o treinamento. A FME disponibilizava o professor.

Foram implementados o Núcleo do Brotolândia, em Rio Maina e o Núcleo do União Mineira, no bairro Santa Bárbara. Em cada um, treinavam 40 adolescentes e jovens de 11 a 14 anos. O Projeto Anjos do Futsal começou em duas escolas e em apenas um ano já atingia estudantes de oito colégios de Criciúma – SC.

Mais três núcleos foram instalados, abrangendo outros municípios. Um deles foi em Criciúma, no Bairro da Juventude, trabalhando com 40 meninos atletas. A Anjo Tintas, em parceria com a Fundação Municipal de Esportes de Forquilhinha, implantou um Núcleo naquele município, também para 40 crianças. Outra cidade que foi agraciada com um Núcleo do Projeto Anjos do Futsal foi Cocal do Sul que envolveu 40 meninos em parceria com a Fundação Municipal de Esportes daquele município.

Neste ano, foi o município de Içara que fechou parceria com a Anjo para abrir um Núcleo. A Fundação Municipal de Esportes junto com a Anjo começou a atender 40 meninos e adolescentes no Projeto Anjos do Futsal.

Os municípios que começaram a fazer parte do Anjos do Futsal neste ano foram Nova Veneza e Treviso, através da prefeitura, com um núcleo cada. Içara e Cocal do Sul abriram mais um núcleo, depois de verem os resultados alcançados com o projeto. Assim, mais 160 meninos atletas começaram a treinar futsal.

Foi a vez do município de Lauro Müller, através da prefeitura, integrar o Projeto Anjos do Futsal com um Núcleo atendendo 40 garotos.

O município de Morro da Fumaça integrou o Projeto Anjos do Futsal com um Núcleo atendendo 40 garotos. Essa é mais uma parceria entre a Anjo e a prefeitura.

E mais um município entrou no projeto, foi Orleans, com um Núcleo atendendo 40 garotos. Essa é mais uma parceria entre a Anjo e a prefeitura.

Dois novos núcleos são implantados, desta vez nos municípios de Urussanga e Balneário Arroio do Silva, com 40 garotos cada. Essas parcerias são com as prefeituras e a Anjo.

E o Anjos do Futsal continua crescendo. Neste ano foi o município de Turvo a fazer parte do projeto com 40 garotos em parceria com a prefeitura.

Um novo núcleo é implantado, desta vez em Meleiro, com 40 garotos. Essa parceria é também com a prefeitura.

Mais um núcleo é implantado, desta vez em Sombrio com 40 garotos. Essa parceria é com a prefeitura do município.

Dois novos núcleos são implantados, desta vez nos municípios de Balneário Gaivota e Balneário Rincão, com 40 meninos cada. Essa parceria é com a prefeitura de cada município.

Neste ano mais um novo núcleo é instalado, agora em São João do Sul, com 40 meninos. Essa parceria é com a prefeitura do município.

O Projeto Anjos do Futsal completa 15 anos de atividade ininterrupta e chega a 1.020 garotos em 21 núcleos de 17 municípios. Neste ano foi lançado um novo uniforme, além de um escudo comemorativo.

Neste ano, mais dois municípios, cada um com um núcleo de 40 vagas, passaram a integrar o Anjos do Futsal. São eles: Ermo e Praia Grande, ambos em parceria com a prefeitura.

Neste ano, as prefeituras de Jacinto Machado e Santa Rosa do Sul fecharam parceria com o Anjos do Futsal, cada um destes dois municípios contam com um núcleo com 40 vagas cada.

Núcleos

Ao todo, o Projeto Anjos do Futsal possui 25 núcleos em 20 municípios, sendo quatro em Criciúma (nos bairros Rio Maina, Próspera, Pinheirinho e no Bairro da Juventude), dois em Forquilhinha, dois em Içara, um em Balneário Arroio do Silva, um em Balneário Gaivota, um em Balneário Rincão, um em Cocal do Sul, um em Ermo, um em Jacinto Machado, um em Lauro Müller, um em Meleiro, um em Morro da Fumaça, um em Santa Rosa do Sul, um em Sombrio, um em Orleans, um em Praia Grande, um em São João do Sul, um em Treviso, um em Turvo e um em Urussanga.

Imagem do Fundo

Resultados alcançados

O Anjos do Futsal é um projeto que busca trazer resultados que dificilmente podem ser mensurados. É difícil traduzir em palavras as pequenas e grandes transformações que o projeto está proporcionando. Como relatar a felicidade de uma criança que diz para a mãe que quer dormir com o uniforme do treino? A única exigência feita e atendida aos estudantes é estarem frequentando a escola. Os diretores e professores concordam que o projeto incentiva a permanência na escola e faz com que estes não percam o interesse pelos estudos. Além de ensinar a prática de futebol de salão, o professor acompanha o rendimento escolar, motiva os alunos para as aulas e auxilia na integração com os colegas.

Como relatar a felicidade de uma
criança que diz para a mãe que quer dormir
com o uniforme do treino?

Os participantes do Anjos do Futsal se sentem felizes com a oportunidade. Eles sabem que a falta de ocupação, de um ideal é a estrada mais curta para chegar até a violência e às drogas, por isso estão engajados com o futebol de salão. Os pais também perceberam que a responsabilidade e a preocupação pelos estudos aumentou. Aqui cabe a pergunta: Como medir o reflexo positivo que este projeto está marcando em uma família? Como descrever o sorriso no rosto dos pais ao falar do Anjos do Futsal?

Os comentários estão fechados.